A energia solar pode ser aproveitada de diversas formas, como na geração de eletricidade, aquecimento da água e do ambiente. Ela é uma das fontes renováveis mais utilizadas no mundo, aproveitada em larga escala por meio da minigeração, sistemas fotovoltaicos com potência acima de 100kWp e até 5MWp. Já a microgeração, aqueles iguais ou inferior a 100kWp. 

Neste conteúdo, você vai entender melhor as diferenças entre esses dois tipos de geração elétrica, além dos seus principais benefícios. Aproveite sua leitura!

 

O que é minigeração de energia solar?

É o processo de produção de energia elétrica a partir da luz do sol, em pequenas escalas. Ela requer um espaço grande e plano para a instalação dos painéis solares. O sistema utilizado produz para uso próprio ou para exportação à rede elétrica, atingindo uma capacidade inferior a 100kW. Sendo indicada para grandes consumidores.

 

O que é microgeração de energia solar?

É a geração de energia elétrica através da luz solar que atende as necessidades individuais. Ela pode ser feita por meio de painéis fotovoltaicos (PV) ou sistemas de concentração solar (CSP) em qualquer lugar que haja exposição à luz do sol. E, pode ser usada para alimentar eletrodomésticos, iluminação e outros equipamentos elétricos em residências, comércios e indústrias. Assim, é uma forma limpa e renovável, que não gera poluentes atmosféricos ou resíduos radioativos. Desse modo, ela pode reduzir a dependência dos consumidores em relação às grandes companhias elétricas, proporcionando maior autonomia na gestão da oferta e demanda.

 

Quais as principais diferenças entre microgeração e minigeração de energia solar?

As principais diferenças estão relacionadas à capacidade instalada e à forma como é gerada e consumida. A microgeração é feita em pequena escala, como em residências, e possui uma capacidade instalada menor que 100kW. Já a minigeração, pode ser feita em média ou grande escala, tendo uma capacidade instalada maior que 100kW. 

Outra diferença importante é que, na primeira, a energia gerada é consumida pelo próprio usuário (autoconsumo), enquanto a segunda atende às necessidades de um grupo específico, como uma empresa ou um condomínio.

Por fim, vale ressaltar o quanto ambas estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, devido às suas vantagens financeiras e ambientais. Fator interessante, pois é uma opção para aqueles os quais desejam investir em fontes renováveis ​​de energia.

 

Quais os principais benefícios entre microgeração e minigeração de energia solar?

A minigeração é uma ótima opção para empresas e condomínios os quais buscam reduzir sua dependência da rede elétrica nacional ou que estão em regiões com problemas frequentes no fornecimento de energia. Além disso, pode ser uma forma mais econômica, afinal, os custos operacionais são divididos entre os usuários do sistema. 

A microgeração é uma opção favorável para aqueles que visam maior autonomia no fornecimento de energia elétrica. E, ela também pode ser uma forma mais simples e menos onerosa, porque não requer um investimento inicial tão alto nem exige tanta coordenação com outros envolvidos. 

Esperamos ter esclarecido suas dúvidas quanto a essas duas formas de gerar energia solar e atender sua necessidade.

 

Ledax é especialista em microgeração de energia solar!

Com ampla experiência na área, empresa referência no mercado de energia do Brasil, atendendo clientes em toda extensão do país.

O portfólio de soluções garante que empresas de diversos segmentos possam trabalhar com energia limpa e sustentável.

Se busca especialista em energia solar, fale com a Ledax.

Gostou deste conteúdo? Deixe o que achou nos comentários, compartilhe em suas redes sociais e continue acompanhando nosso blog para outras notícias.

Até a próxima!