Há muitos anos a energia elétrica é utilizada para diversas atividades do nosso dia a dia, porém, para que seu uso seja possível, são necessários processos para que uma fonte de energia (o sol, por exemplo) seja convertida em energia elétrica e então transportada e distribuída nos centros consumidores.

Atualmente, com o auxílio da tecnologia, a eficiência energética passou a ser um dos métodos mais viáveis para que o consumo de energia elétrica aconteça de forma mais consciente e ambientalmente mais viável, evitando que ocorram desperdícios e se reduzam as emissões de resíduos, tanto na geração quanto no consumo.

O que é eficiência energética?

A eficiência energética é uma atividade que tem como principal objetivo melhorar e repensar a forma de uso das fontes de energia, impedindo ou reduzindo os desperdícios dos nossos recursos naturais.

Por isto, é preciso aplicar o conceito de eficiência energética dentro das atividades com maiores consumos de energia, como por exemplo aparelhos eletrodomésticos, sistemas de iluminação, sistema de refrigeração, automóveis, e entre outros.

Atualmente, este é um dos temas mais tratados em nosso país em termos de energia elétrica, e não é para menos, afinal, este é um recurso extremamente importante para o nosso dia a dia e utilizá-lo de forma mais consciente se traduz em continuarmos a usufruir de todos os benefícios que ele nos propõe.

Segundo a Agência Internacional de Energia há a necessidade de um aumento de US$ 300 bilhões em investimentos nessa área no Brasil, após a divulgação de um relatório da Organização das Nações Unidas durante a COP26, realizado em 2021.

Isso apenas demonstra que a eficiência energética não é apenas uma tendência no mundo dos negócios, mas sim um passo além para um futuro sustentável.

Como funciona a eficiência energética na indústria

O uso de equipamentos e materiais que possuam um funcionamento inteligente é um dos primeiros recursos dentro da eficiência energética, pois estes itens possuem o poder de reduzir o gasto de energia elétrica apenas gerenciando o funcionamento.

Esta é uma forma inteligente de minimizar os impactos ambientais à longo prazo ao mesmo tempo que proporciona uma redução imediata no consumo de energia elétrica, beneficiando o sistema elétrico como um todo, mas principalmente os consumidores terão uma redução nos seus gastos.

Mas, para entender melhor como os consumidores podem colocar em prática a eficiência energética, é preciso primeiro identificar o problema e, depois, analisar a situação dentro desta realidade.

  • Indústria e eficiência energética

De modo precipitado, muitos acreditam que grandes empresas ou indústrias não precisam se preocupar com economia de energia ou cortes de gastos.

Isso é um mito! Principalmente pelo fato de tal assunto não estar apenas ligado a economia monetária, mas principalmente a preservação de recursos naturais.

A indústria é uma área de atuação que está sempre em busca de atualizar e aprimorar seus métodos de produção e funcionamento, pois muitos empresários já entenderam que sustentabilidade não é apenas marketing, mas sim uma maneira de trabalhar com excelência, economia, bons investimentos e retornos financeiros.

Além disso, é muito comum pensarem que investir em preservação ao meio ambiente no campo industrial é algo reservado apenas para aquisição de um sistema gerador de energia solar, mas mesmo está sendo uma ótima opção, não é a única.

Saiba mais em: Extração de energia solar: conheça mais sobre o método fotovoltaico

Atualmente, existem empresas capacitadas que trabalham somente pensando em estratégias e opções viáveis que unem economia, otimização, e modernidade para seus clientes do ramo da indústria.

Um bom exemplo disso são os projetos de iluminação em LED de alta performance, criados de modo personalizado para atender necessidades específicas de cada ambiente e âmbito de trabalho que proporcionam de forma imediata uma considerável redução no consumo de energia elétrica, com grande facilidade na implantação e com excelente taxa de retorno.

Eficiência energética dentro da iluminação

Normalmente, tecnologias mais antigas de iluminação, como as de vapor metálico, por exemplo, geram um consumo de energia elétrica muito grande e não conseguem converter todo este consumo em luz.

Grande parte da energia elétrica consumida é transformada em calor durante em seu funcionamento, que no caso de uma lâmpada ou luminária, é considerado como perda. Uma vez que a sua finalidade é gerar luminosidade, podemos dizer que esta é uma tecnologia pouco eficaz.

Neste sentido, é preciso buscar por luminárias que tenham menores perdas e, consequentemente, mais eficazes, como no caso das luminárias em LED que possuem taxas de conversão do consumo de energia elétrica para a geração da luz maiores que 90%, trazendo grandes resultado em eficiência energética, principalmente por aproveitar quase todo o consumo energético para a sua atividade fim, que é gerar luminosidade.

Além disso, estes modelos de luminárias oferecem ainda uma longa vida útil (acima de 70.000h), permitindo que a sua economia se estenda por muitos anos, mantendo a qualidade luminosa necessária.

Tudo isso, como dito acima, é a resolução de novas estratégias e maneiras de unir responsabilidade ambiental com negócios, provando que é possível a indústria não apenas se adaptar as mudanças temporais, como também ainda auxiliar em iniciativas tão importantes e atuais.

Conheça a LEDAX e entenda como funciona uma iluminação com eficiência energética

Para entender melhor como funciona a iluminação com eficiência energética, é preciso contar com equipamentos que ofereçam um consumo inteligente, dentro dos padrões exigidos pelos órgãos de fiscalização.

Por isso, nós, da LEDAX, atuamos para oferecer soluções de consumo energético eficientes, contando com diversos tipos de serviços que otimizam ainda mais a vida de nossos clientes.

Toda a equipe LEDAX é altamente capacitada, com engenheiros preparados para oferecer as melhores alternativas para nossos clientes, a fim de que sua empresa ou indústria passe a contar com um ótimo sistema de iluminação, adequado as necessidades Normativas, com robustez e alta eficiência energética.

 

Gostou do conteúdo de hoje? Então continue de olho em nosso blog e compartilhe esse e outros de nossos posts em suas redes sociais.

Até mais!